9 de jul de 2011

Crueldade com Animais! (P.e.a/P.e.t.a)



É um engano tão grave achar que estamos mais seguros com os testes em animais quanto pensar que eles só existem para nos servir.


Teste de Draize
É utilizado para medir a acção nociva dos ingredientes químicos encontrados em produtos de limpeza e em cosméticos. São observadas as reacções causadas à pele e aos olhos de animais. Para a irritação da pele consiste em imobilizar o animal enquanto substâncias são aplicadas em peles raspadas e feridas (fita adesiva é pressionada firmemente na pele do animal e arrancada violentamente, repete-se esse processo até que surjam camadas de carne viva). Os coelhos são os animais mais utilizados nos testes Draize porque são baratos e fáceis de manusear. Durante o período de teste, os animais normalmente sofrem de dores angustiantes, convulsões, diarreia, supuração e sangramento nos olhos e na boca. No fim do teste, os animais que sobrevivem são sacrificados.



Ex. de empresas que não testam em animais:
Nivea
Farmaervas
Ecologie
O boticário
Avon
Natura
Davene
Amend
Surya henna
L'Aqua di Fiori
Granado 
Victoria Secrets
Florestas
Phytoervas
Saint Yves
Ypê
Búfalo
Guabi


Ex. de empresas que fazem crueldades com animais:

Jonhson & Johnson's (Band-Aid, Shampoos(ex. para bebês, clear...),etc..)
Colgate - Palmolive Co.
Procter & Gamble
aquafresh
UNILEVER (Axe,Comfort, Dove...)
Dolce & Gabbana
L'Oreal ( As tintas de cabelo, por exemplo. Helena Hubeinstein)
3M (Sim a empresa de fitas isolantes)
Kerastase
Always (sim, o seu absorvente)
Air Wik
Gucci Fragances
Giorgio Armani
Gillette Co.
K.Y. (sim, isso mesmo que você está pensando)
LUX (SIM, O SEU SABONETE!)
Listerine

Sim. Se uma empresa consegue produzir sem torturar e matar animais, isso quer dizer que qualquer outra também conseguiria caso tivesse tal vontade.E quem olhou para o horizonte viu como temos excelentes opções para não usarmos os produtos dos torturadores.

Existem inúmeros métodos substitutivos eficientes e eficazes que podem e já estão sendo usados nessa área. Isso sem falar dos modernos processos de análise genômica e sistemas biológicos in vitro, que vêm sendo muito bem utilizado por pesquisadores brasileiros. Sem falar que culturas de tecidos, provenientes de biópsia, cordões umbilicais ou placentas descartadas, dispensam o uso de animais. Vacinas também podem ser fabricadas a partir da cultura de células do próprio homem.

No caso de medicamentos, quando chegam ao mercado, são os consumidores as primeiras cobaias de fato, independentemente da quantidade de testes conduzida previamente em animais. Somente os humanos podem exibir efeitos desejáveis ou colaterais na espécie para qualquer substância testada. A indústria vivisseccionista não apenas coloca em risco nossas vidas como impede que outras vidas sejam salvas.



Agora me diz, praque?!
Se ainda assim quando os produtos quando chegam no mercado ainda tem problemas de fabricação de fórmula!
É muita ignorância dessas empresas!
A indústria vivisseccionista não apenas coloca em risco nossas vidas como impede que outras vidas sejam salvas.


Pense nisso! Seja um ativista! Ajude-nos a lutar!


Mais informações:PEA - Projeto Esperança Animal , Peta - People for the ethical treatment for animals.




Beijos!


Valeu! ;))
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...